Capricorn: Dec.22-Jan.29 The Sundial Primer
criado por Carl Sabanski
Capricorn: Dec.22-Jan.29

The Sundial Primer BR Index

Relógio de sol Equatorial Armilar

Relógio de sol Equatorial: um mostrador em que a placa é paralela ao plano equatorial e o gnômon de ponteiro-polar é perpendicular a ele.

Plano Equatorial: o plano através da Terra definido pelo Equador.


O relógio de sol Equatorial descrito na página anterior consiste em uma placa de mostrador plana que fica paralela ao Equador. O Sol brilha na parte superior da placa durante os meses do Verão e na parte inferior durante o Inverno. Requer dois conjuntos de linhas horárias para indicar o tempo ao longo do ano. Se a placa do mostrador plana for substituída por um anel estreito sobre o qual as linhas horárias forem inscritas, ele pode ser facilmente lido ao longo do ano. Este anel representa o Equador.

A Figura 1 ilustra o modelo Equatorial Armilar (de anel). As linhas horárias completas são espaçadas em intervalos de 15° ao redor do anel. O ângulo das linhas horárias intermediárias pode ser facilmente calculado.

Figure 1: Equatorial Ring Sundial Template

Figura 1: Modelo (Template) de Relógio de sol Equatorial Armilar (CAD)

Se o anel for colocado para fora, como numa placa retangular lisa, as linhas horárias serão igualmente espaçadas. Conhecendo-se o raio interno r da dimensão desejada do anel, a distância entre as linhas horárias completas é dada por ( / 12)r. A distância até as linhas horárias intermediárias também pode ser calculada. Uma vez que as linhas horárias e os números são inscritos, a placa pode ser dobrada para o diâmetro correto.
O gnômon passa pelo centro e é paralelo ao anel.

Para que o relógio solar Equatorial seja usado em qualquer latitude, o usuário somente deve assegurar-se de que o gnômon aponte para o Pólo Celeste. Para fazer isto, a placa do mostrador, neste caso a superfície plana do anel, deve ser posicionada de modo que esteja em um ângulo com uma superfície horizontal igual à latitude.

O relógio de sol pode ser girado para considerar as correções da Equação de Tempo, longitude e Horário de Verão. Para efetuar estas correções, o relógio de sol tem de girar em torno do eixo polar, isto é, o gnômon.
O gnômon deve sempre apontar para o Pólo Celeste, da forma como o relógio de sol está sendo girado. Isto resultaria em algumas posições de montagem estranhas a ele. Para se evitar tal inconveniente, o relógio de sol pode ser projetado de forma a que o anel equatorial possa ser girado em torno do eixo polar, independentemente do resto do mostrador. Tal relógio de sol estará permanentemente montado na posição correta para a sua localização e o anel equatorial sendo girado na quantidade necessária corrigir qualquer um ou todos os acima.

Se a largura do anel for aumentada, é possível incluir uma analema às linhas horárias. O relógio de sol ainda seria universal, somente se fosse posicionado em direção ao Sul e indicaria Tempo Médio Local, empo solar corrigido pela Equação de Tempo. Somente exigiria correção de longitude para determinar o tempo do relógio. Se o mostrador foi girado, poderia ser corrigido para longitude e indicaria diretamente o tempo do relógio.

As linhas horárias também podem ser ajustadas no anel do mostrador para corrigir a longitude. Com a analema, também inscrita nas linhas horárias, o relógio de sol indicaria o tempo do relógio quando posicionado corretamente. Este é não mais um mostrador universal e é a posição dependente em seu projeto.

Se forem colocadas número grande de analemas no anel, o relógio de sol, a não ser que seja muito grande, ficará congestionado e difícil de ler. Podiam ser feitos dois anéis, cada um com uma meia-analema para cada metade do ano. Isto exigiria um projeto que permitisse que os anéis fossem substituídos duas vezes ao ano.

O relógio de sol mostrado abaixo usa uma vara como gnômon. Se o gnômon for um fio, o relógio de sol é, então, conhecido como arco de corda equatorial.

Equatorial Ring Sundial

Imagem ampliada, com sombra projetada, clique aqui.